Skip to content

República Centro-Africana: uma Guerra religiosa?

Fevereiro 17, 2014

Economist14fev14RepCentroAfricanaO título acima é reproduzido de The Economist, o prestigiado semanário londrino: «milícias cristãs matam muçulmanos».

MapaÁfricaOcidentalNas últimas semanas, tem sido este o tom dos grandes meios de comunicação social que se dignam referir essa guerra esquecida, de gente pobre e afastada dos centros geográficos do poder mundial, vivendo na República Centro-africana, um país perdido no caminho do Equador: é uma guerra de religiões.   A recente chegada do contingente militar francês interrompeu a invasão dos Selaka, uma milícia tida por islâmica, agora combatida pelos anti-seleka, tidos por cristãos.

Estado e Igreja referiu desde o início a dimensão religiosa do conflito, o que é diferente de operacionalizar de modo direto e imediato a clivagem religiosa em clivagem político-militar. Aliás, é sabido que o arcebispo  de Bangui, D.Dieudonné Nzapalainga, abriga no seu paço muçulmanos, entre os quais o presidente da comunidade islâmica, e procura evitar o exôdo dos muçulmanos. Ao que parece, nos últimos tempos terão fugido daquele país cem mil muçulmanos, num total de um milhão de deslocados.

 

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: