Skip to content

A Política portuguesa de Cruz no Bolso

Outubro 5, 2015

Cruz no bolsoNa campanha eleitoral para as legislativas, o Dr. Passos Coelho declarou  trazer no bolso um crucifixo, que lhe tinha sido dado por um eleitor, e   só o arrumaria no período de reflexão. Semanas antes, o Prof. António Sampaio da Nóbrega, candidato a candidato a Presidente da República, revelou ter dado o mesmo destino a um terço que também lhe tinha sido oferecido por um eleitor: passou a trazê-lo no bolso. Ambas as declarações sugeriam respeito pela religião cristã – e sugeriam também que os seus autores não a partilhavam.
Porquê então essas declarações? Por certo por haver um défice de política católica no atual sistema político português. Essas declarações revelam indiretamente esse défice.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Miguel Assis Raimundo permalink
    Outubro 5, 2015 8:59 am

    Caro Luís,

    Parece-me que, como sempre, a sua observação é certeira. Eu acrescentaria que os resultados de ontem também revelam precisamente o mesmo défice.

    Um abraço,

    Miguel Raimundo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: