Skip to content

Casamento homossexual: Pressionada pelos Católicos tradicionalistas, a Direita divide-se em França

Novembro 17, 2014

ManifContraCasamentoGayFrançaOs católicos tradicionalistas organizaram em França grandes manifestações de protesto con a legalização do casamento gay.

Anteontem Nicolas Sarkozy, o anterior presidente da República francesa, prometeu «revogar» a Lei Taubira, que institucionalizou o casamento homossexual. Fê-lo, porém, sob a pressão dos militantes de Sens Commun, aos quais discursava, e que lhe gritaram «revogação» quando ele prometera apenas «a reescrita completa da lei». Sens Commun entra no combate dos católicos tradicionalistas franceses contra o casamento homossexual, na sequência das Manifs pour tous. Dirigindo-se aos militantes presentes, Sarkozy afirmou de seguida que as duas fórmulas eram idênticas. Era uma forma de desvalorizar a sua promessa mas não corresponde à verdade, nem do ponto de vista político nem do jurídico. A reescrita consistiria em manter o casamento gay, proibindo a adoção e a filiação, uma posição popular na direita não tradicionalista, ao passo que a revogação implicaria que ele fosse proibido. Anotemos que as sondagens dão perto de dois terços dos franceses a favor da Lei Taubira.

Ninguém acredita na promessa de Sarkozy, agora candidato à presidência da UMP, o partido dito gaullista: ele também prometera legalizar o casamento homossexual e não cumpriu. François Fillon, seu antigo primeiro ministro, descrê da revogação da lei. Bruno LeMaire, outro candidato à presidência da UMP, descrê também da revogação e apresenta a promessa do antigo presidente como eleitoralismo.

Algo se passa no campo das relações Estado-Igreja em França. Até Sarkozy, Hervé Mariton era o único candidato a presidente da UMP que defendia a revogação da Lei Taubira. Mas Mariton tinham muito menos peso do que Sarkozy. Vários políticos franceses de peso, como Marine Le Pen, admitiram querer mexer na Lei. O Presidente Hollande, apesar de estar nos antípodas, sentiu ontem a necessidadde de apelar ao consenso sobre o assunto, o que é uma posição de fraqueza. Le Salon Beige, um blog tradicionalista católico, interpreta a posição hollandiana como apoio à revogação da lei do casamento homossexual. Isto é: os católicos tradicionalistas conseguiram manter a questão na agenda política francesa, depois da aprovação da Lei. O conservadorismo civilizacional está a ganhar uma guerra na França revolucionária – graças ao militantes tradicionalistas do catolicismo político.

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: