Skip to content

Anglicanos dividem-se sobre a legalização do suicídio

Julho 14, 2014

DesmondTutuD. Desmond Tutu, tendo como pano de fundo o seu amigo Nelson Mandela

Não há falta de assuntos Estado-Religião no Médio Oriente. Nem na Europa. No Reino Unido, Lord Falconer, antigo ministro da justiça e amigo de Tony Blair, apresentou um projeto de lei a favor da «morte assistida»,uma modalidade de suicídio autorizadocom a justificação de evitar sofrimento humano. Em geral, as Igrejas são contra a morte assistida e o Estado divide-se.

A novidade neste caso é que D. Desmond Tutu, o bispo anglicano da África do Sul que ganhou o respeito mundial combatendo o apartheid, publicou ontem um artigo em The Observer, um jornal de domingo britânico, defendendo a nova lei. Tutu evitou argumentos originais mas chama à colação o caso da prolongada agonia do seu amigo Mandela – e os tratos de polé que os políticos sulafricanos fizeram sofrer ao moribundo.

Lord Carey, arcebispo jubilado de Cantuária e por isso antigo primaz da confissão anglicana, tomou posição idêntica. Idem para um grupo minoritário de rabis. A Igreja Anglicana  defende que o assunto seja estudado por uma comissão real, o que favorece o adiamento da decisão.

Desta vez, ao contrário de 2004, a morte assistida não oporá frontalmente Estado e Igreja britânicas. A votação é sexta-feira e as marcações para a Câmara dos Lodres estão a bater os recordes.

 

A opinião de D. Desmond Tutu:

http://www.theguardian.com/commentisfree/2014/jul/12/desmond-tutu-in-favour-of-assisted-dying

 

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: