Skip to content

Primeiro Ano do Pontificado do Papa Francisco: As Expetativas continuam altas

Março 10, 2014

PopularidadeDeBentoXVieFrancisPewFonte: Pew Research Center

O Papa Francisco foi eleito há um ano; continua a ser valorizado pela opinião pública católica e não católica. Nos Estados Unidos, a Pew Research Center, uma organização  de estudos de opinião, publicou no passado dia 8 uma  sondagem com amostra probabilística sobre o Papa Bergoglio.  52% dos católicos daquele país declaram-se muito favoráveis ao novo Papa ; em fevereiro do ano passado, apenas 32% davam idêntico voto ao Papa Bento XVI.

Nos Estados Unidos, a ideia que o Papa Francisco mudará a orientação do catolicismo é mais forte entre os católicos (72%) do que entre os não católicos (56%).

Neste contexto é previsível que aumente o número de católicos que julgam provável que até 2050 o Vaticano  autorize o casamento dos padres: 12%. Já aumenta menos os que consideram provável a autorização para o sacerdócio feminino (6%) e para o controle de natalidade (3%). Outros temas polémicos, como o aborto ou o casamento de pessoas do mesmo sexo, não foram perguntados. «Fé, esperança – e quanta mudança?», titula The Economist, um semanário londrino.

O estudo da Pew dá também uma medida das reservas opostas ao Papa pelos católicos dos Estados Unidos: 11% declaram-se menos entusiasmados com a religião (talvez nem todos tenham mudado devido à mudança de papa); mas 26% declaram-se mais entusiasmados. A grande maioria declarou-se não afetada. 40% dos católicos disseram rezar mais (e 8% menos) depois da eleição do Papa Francisco mas não foi colocada nenhuma pergunta sobre a frequência da missa.

The Economist anota que algumas das intervenções do novo Papa desagradam aos conservadores em política e interroga-se se ele não será «um Papa peronista», que, quando pensa no capitalismo, tem em mente a organização social argentina, um país em vias de desenvolvimento, e não os países desenvolvidos.

A opinião não católica continua a manifestar uma expetativa benévola face à ação futura do Papa Francisco. The Economist conclui : «o grande risco para este papa popular e despretensioso está em levantar falsas expetativas».

*

A sondagem da Pew está disponível em

http://www.pewforum.org/2014/03/06/catholics-view-pope-francis-as-a-change-for-the-better/

The Economist, que publica um breve balanço do primeiro ano do pontificado do Papa Francisco, está em

http://www.economist.com/news/international/21598677-how-modest-canny-man-approaching-complex-task-leading-roman-catholic

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: