Skip to content

Polícias alemãs e Jugendamt raptam Crianças da Confissão das Doze Tribus Parte II

Fevereiro 24, 2014

DozeTribusEstado e Igreja noticiou em setembro de 2013 que cem agentes da polícia alemã (local e federal) acompanhados por 60 funcionários do Jugendamt, o organismo federal da juventude, raptaram filhos de elementos da confissão evangélica das Doze Tribus, em Klosterzimmern e Wörnitz, acusando os pais de os maltratarem. Em janeiro do corrente ano, 23 crianças, incluindo menores de três anos, continuam presos. Os pais das crianças raptadas, segundo Susan Palmer (Universidade McGill, Canadá) e Liselotte Frisk (Universidade Dalarna, na Suécia), afirmam que as perícias médicas não encontraram o menor indício de violência física sobre nenhuma das crianças; mas, mesmo assim, o Jugendamt obteve do tribunal uma ordem para subtrair os miúdos aos pais, os quais só em janeiro do corrente ano conseguiram voltar a vê-las, e mesmo assim de modo esporádico. No tribunal, supostos especialistas em seitas testemunharam a favor do rapto: foi o caso da Srª Klaudia Hartmann, da diocese católica de Augsburgo; intervieram também «especialistas» protestantes.  A 9 de dezembro houve outro ataque e foram levados bebés.

Estes ataques são excecionais; por regra,o Jugendamt manda funcionários seus reeducarem os pais, quando deles desconfia. O Jugendamt tem o direito de entrar em casa de alemães, mesmo sem autorização do tribunal, com base numa denúncia anónima de maus tratamentos infligidos às crianças.

Neste caso, as crianças terão sido entregues a pais adotivos, escolhidos pelos funcionários alemães, com o objetivo de esquecerem os pais biológicos, por razões religiosas. Dois adolescentes raptados fugiram e tentaram regressar às suas famílias.

As supostas provas contra os elementos das Doze Tribus parecem provir de Wolfram Kuhnigt, um jornalista da RTL, que em junho de 2013 infiltrou Klosterzimmern, pretextanto necessitar de apoio psicológico, e filmou as correções dos jovens, na realidade apenas simbólicas, mas montadas como se fossem um filme de terror. A televisão alemã passou o filme pouco depois do ataque.

*

A fonte do presente postestá em

http://www.cesnur.org/2014/12tribes.htm

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: