Skip to content

Eleições Presidenciais Nos EU: O Clericalismo Foi Derrotado

Novembro 8, 2012

Mitt Romney rezando: não perdeu as presidenciais de ontem por ser mormon 

Os Estados Unidos elegeram ontem Barack Obama para um segundo mandato como seu Presidente.  «A direita religiosa morreu», comentou Damian Thompson, um controverso cronista religioso do Daily Telegraph, de Londres. Essa morte resultaria da derrota eleitoral do Partido Republicano, que por ela teria sido apoiado. A conclusão é errada, pois não só há várias direitas religiosas norte-americanas como nenhuma delas apoiou a sério Romney; é prematura, pois atrás de eleições eleições vêm. E é sobretudo deslocada.

Com efeito, nenhum comentador sério refere que vetor religioso influenciou o escrutínio de ontem:  o candidato republicano Mitt Romney perdeu por ter alienado o voto hispânico, o voto negro, o voto feminino, o voto dos beneficiários da segurança social e ter-se concentrado no voto branco, masculino mas nenhum comentador  referiu que ele fora derrotado por ser de religião mormon ou por o conflito político dos bispos católicos dos Estados Unidos com o Presidente Obama ter levado os seus fiéis a absterem-se mas não a votarem na alternativa republicana. As eleições de ontem resolveram-se por razões político-sociais e não por razões religiosas – as quais, a terem sido triunfantes, significariam sempre uma vitória do clericalismo, quer a vitória fosse do candidato clerical quer fosse do anticlerical.

Ora, como o leitor se lembra, a sombra de um conflito religioso pairou por um momento sobre esta disputa eleitoral. Por um momento, parecia que o eleitorado dos EU seria dominado pelo esquema clerical  que regeu a política da Europa continental na segunda metade do século XIX e na primeira metade do século XX: os religiosos, os católicos em particular, votam à direita e os indiferentes, agnósticos, livres-pensadores e ateus votam à esquerda. Este esquema bloqueia as sociedades, perturbando tanto o religioso como o estatal.

É esta a boa novidade das eleições norte-americanas de ontem: o clericalismo foi derrotado.

Quais as causas desta derrota? Ainda é cedo para dizer, mas podemos sugerir algumas candidatas: o «American melting pot», a força da inércia do sistema político, a desobediência eleitoral de muitos católicos, o bom senso de muitos bispos, a moderação dos candidatos Romney e Obama ao tratarem da religião, a recusa generalizada da manipulação do político pelo religioso – o maior aliado da manipulação do religioso pelo político.

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: