Skip to content

Noruega: Um Passo para a Separação do Estado e da Igreja

Maio 24, 2012

Igreja tradicional norueguesa

Segunda-feira passada, o Sorting, o parlamento norueguês, mudou algumas disposições da Constituição daquele país regulando as relações entre o Estado e a Igreja:

  • Deixa de haver religião de Estado; essa religião era o cristianismo luterano.
  • O governo deixa de participar na nomeação de bispos e de deões, o que o luteranismo norueguês há anos reivindicava.
  • Desaparece a exigência que pelo menos metade dos ministros do governo central pertençam à religião luterana.

A separação não é total:

  • O imposto da igreja continuará a ser cobrado, continuando a beneficiar a igreja e a associações filosóficas.
  • Os pastores continuam a ser empregados do Estado, mas os empregados do ministério dos Cultos deixam de ter que ser membros da Igreja

A mudança é de difícil compreensão, pelo menos vista a partir de Portugal. A Igreja da Noruega tem uma página na net, a seguir indicada, mas revelou-se impossível encontrar uma referência às modificações acima referidas.Não conseguimos ter acesso a nenhuma declaração das autoridades eclesiásticas norueguesas.

http://www.kirken.no/english/

O Parlamento aprovou a mudança por unanimidade, ao que sabemos.

Segundo uma das fontes, a mudança destina-se a tornar a Igreja «mais aberta, democrática e inclusiva». Esta última palavra parece uma referência indireta aos recentes atentados, cujo autor está agora a ser julgado, pois a ausência de religião de Estado parece ser suposta facilitar o acesso à cidadania norueguesa. Mas a Igreja Luterana da Noruega passará a denominar Igreja do Povo, o que não se afigura menos inclusivo do ponto de vista social.

A Associação Humanista aprova as mudanças e informa que 79% dos noruegueses são membros registados da Igreja  mas só 20% dão à religião uma parte grande das suas vidas e apenas 2%  frequentam a igreja com regularidade. Um estudo de 2002  revelou que 72% dos noruegueses «não acreditam num Deus pessoal». Ignoramos o exato sentido destas expressões.

Fontes

http://theforeigner.no/pages/news-in-brief/norway-church-state-connection-could-change/

http://www.secularism.org.uk/news/2012/05/norway-shows-the-way-by-separating-church-and-state

http://www.iheu.org/state-and-church-move-towards-greater-separation-norway

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: