Skip to content

A Semana Santa Católica e a Laica

Abril 11, 2011

11 de abril de 1911 era Semana Santa. Os laicistas queriam combatê-la com uma Semana Laica. A Capital desse dia, sob o título «Livre pensamento Convite a um pregador» anunciava que Augusto João Vieira escrevera ao Prior da Graça: sabia que ele pregaria o sermão da soledade, como na altura era designado o sermão de sexta-feira santa; iria ouvi-lo; e anunciava que lhe responderia às 21 h em conferência pública na sede do Grémio Excursionista Civil do Monte, largo da Graça,  35,1º (pouco legível); convidava-o para comparecer nessa conferência, dando-lhe assim a oportunidade do contraditório; por baixo, vinha o anúncio das conferências da «Semana Laica», que só em parte reproduzimos.

A notícia do convite era hilariante e foi alvo da chacota mesmo de alguns laicistas.

Aproximava-se a data de votação da Lei da Separação no Governo Provisório. Uma parte da opinião laica e laicista receava que um golpe de última hora impusesse a separação sem Lei da Separação. E manobrava para a impor.  A laicista Capital usava a técnica de apelar ao abismo e pretendia que o Governo  era mole com os clericais, já autorizara procissões, dera tolerância de ponto  e iria mesmo autorizar o regresso dos jesuítas. Era o sentido da caricatura  da primeira página de há precisamente cem anos. Este género de estratégia extremista acabaria por isolar a República nas «cultuais de ateus».

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: